Emergência 193

Notícias

OCORRÊNCIA

Mergulhadores localizam adolescente que sumiu nas águas do rio Lira, em Sorriso

10/09/2019 - 14:58
CBMMT

Por volta das 17h30 deste domingo (08/09) a unidade do Corpo de Bombeiros Militar em Sorriso (10°CIBM) foi acionada para atender a uma ocorrência de afogamento na região metropolitana do município, no rio Lira, próximo ao bairro Fraternidade. A vítima era um adolescente de 14 anos que teria tentado salvar uma criança que soltou de uma boia. O lugar estava cheio de pessoas e alguns viram o momento que o adolescente tentou salvar o amigo, mas não conseguiu e acabou sumindo na água. Populares tentaram localizar as duas vítimas, um homem conseguiu pegar a criança com vida, mas não conseguiram encontrar o adolescente.

Os mergulhadores foram acionados e começaram as buscas às 19h30, mas encerraram por volta das 21h, devido à pouca iluminação, condições de segurança do local e baixo suprimento de ar.

Havia mais de 100 pessoas no local e foi necessário solicitar o apoio da Polícia Militar para dar segurança as atividades e acalmar a população. Foram realizadas varreduras nos pontos abaixo do local onde corpo do adolescente foi visto pela última vez, tanto numa margem como na outra, mas o mesmo não foi encontrado.

Como a operação rio abaixo apresentava maiores riscos, as buscas no domingo foram encerradas e retomadas na manhã desta segunda-feira (10/09). As informações a respeito do último ponto onde o adolescente foi visto estavam confusas e por isso foi necessário utilizar uma estratégia de mergulho nas margens do rio em todos os possíveis locais em que uma vítima poderia se estar.

Durante a tarde chegaram novas informações sobre local, assim as varreduras se concentrarem próximo ao último ponto que o corpo foi visto, foi então que a equipe localizou o adolescente.

O Corpo de Bombeiros Militar ressalta que apesar do rio ser pequeno, haviam diversos riscos como árvores inteiras, linhas de anzol, lixo como pneus, bicicletas, garrafas, latas e outras coisas, haviam também muitos poços no local, chegando alguns a ter mais de 10 metros, o que torna o rio muito perigoso para banhistas. A corporação contou com o apoio da Polícia Militar, da Polícia Judiciária Civil e Funerária São Jorge para execução e finalização dos trabalhos.

O CBM MT também está no Facebook e Instagram. Siga-nos!